Funcionários recebe apresentação de saltos ornamentais

Saltar de um trampolim em direção à água e ao mesmo tempo realizar técnicas de saltos ornamentais, requer coragem e principalmente muito treinamento. Manobras como piruetas, parafusos e mortais serão apresentadas pelas gêmeas Natali e Nicole Cruz, no dia 26 de janeiro, às 15 horas, no Parque Aquático do Clube dos Funcionários (CFCSN), na Praça de Esportes Tabajaras (PET).

Sargentos da Marinha do Brasil, as gêmeas fazem parte do programa olímpico de formação de atletas das Forças Armadas. O projeto de incentivo em atleta de alto rendimento começou em 2011, quando o Brasil recebeu a quinta edição dos Jogos Mundiais Militares e terminou em primeiro lugar no quadro de medalhas. "Será uma apresentação que fará parte do encerramento da Colônia de Férias do Clube e também da divulgação da nova modalidade, os saltos ornamentais, com inscrições abertas para a escolinha que se inicia em fevereiro", disse o presidente dos Funcionários, Claudio Augusto.

A implantação da escolinha de saltos ornamentais começou a se tornar realidade após a doação de oito pranchas, por intermédio do Fluminense Football Club, e a contribuição técnica de Roberto Gonçalvez, treinador da seleção brasileira de saltos ornamentais em quatro olimpíadas. A plataforma de salto do Clube dos Funcionários será reinaugurada oficialmente no dia 28 de janeiro, às 10 horas, com apresentações das equipes do Fluminense, com quatro atletas que disputaram a Olimpíada de 2016, da Escolinha de Saltos Ornamentais da prefeitura de Três Rios e do Clube Atlético Entre Rios.

A programação também prevê homenagem aos veteranos do Aqualoucos, grupo que fazia acrobacias aquá- ticas. "É uma homenagem muito justa. O grupo era formado por jovens de 17, 18 anos e que se apresentaram na inauguração do trampolim do clube. As acrobacias eram fantásticas e eles faziam tudo brincando, num clima de total descontração, apesar do risco que havia", explicou o subdiretor de natação, Érico Villela. Salto Salto ornamental é um esporte de grande técnica, plasticidade e flexibilidade.

A plataforma fixa pode ter até 10 metros de altura, em relação à piscina, que deve ter no mínimo quatro metros de profundidade. O trampolim, uma espécie de plataforma flexível no sentido vertical, requer do saltador uma maior destreza. Os saltadores ornamentais costumam treinar suas acrobacias no trampolim acrobático. As provas de saltos ornamentais realizadas nas Olimpíadas são: plataforma de dez metros, trampolim de três metros e saltos sincronizados. O esporte também é disputado nos Jogos Pan-Americanos.

Deixe seu comentário

  • Expediente

    C M DE LIMA FILHO Jornais e Revistas
    Inscrição Municipal: 052727009 - CNPJ: 13018923/0001-12

    Rua Luiz Alves Pereira, nº 115, Sala 301 - Edifício Maria Yabrudi - Aterrado - VR/RJ
    Telefone: (24) 3338 8341
    E-mail: redacao@folhadoacovr.com.br

  • Editor Responsável
    Luiz Eduardo Passos

    Diagramação
    Bruna Viana

    Gráfica
    Diário do Vale

    Tiragem
    10.000 exemplares

    Distribuição
    Semanal

  • Comunicar erro