Polícia desarticula uma das maiores quadrilhas de roubo a bancos e caixas eletrônicos do país

Policiais da Delegacia de Combate às Drogas (DCOD), com apoio da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), prenderam em Volta Redonda e em Búzios, Região dos Lagos, na madrugada de segunda-feira (dia 26), seis integrantes de uma das maiores quadrilhas de roubo a bancos e a caixas eletrônicos do país. Eles faziam parte da facção criminosa PGC (Primeiro Grupo Catarinense), que tinha conexão com a organização criminosa carioca Comando Vermelho (CV).

O grupo foi descoberto após investigações da DCOD e troca de informações com a DRF. De acordo com o delegado titular da DCOD, Felipe Curi, foram cerca de três meses de investigação. "Sabíamos que eles iam tentar praticar esse crime porque eles aproveitavam o final de semana. Tem uma pessoa de dentro da instituição financeira que dava apoio a eles, desativando os alarmes, monitorando as câmeras de segurança. E já identificamos o intermediário que fazia esse “link” entre a pessoa do banco e a quadrilha", ressaltou. 

Cinco presões aconteceram em Volta Redonda, cidade que servia de base para a quadrilha. Segundo a polícia, os suspeitos são Edson Frederico Gotti Spinosa, William Silva de Oliveira, João Ricardo de Lima, Maicon Corrêa e Guilherme Augusto da Silva Olvino. Em Búzios foi preso Moncla Eduardo de Souza. Todos os presos possuem passagem por roubo, furto, estelionato e porte ilegal de arma e dois estavam com mandados de prisão pendentes. Alguns membros da quadrilha chegaram a se identificar com documentos falsos.

Ainda segundo a polícia, a quadrilha praticou “uma série de crimes” na capital e também Campos dos Goytacazes, Volta Redonda, Pinheiral e em Três Corações, onde, momentos antes de serem presos, tentaram arrombar, sem sucesso, o cofre de uma agência do Banco do Brasil.

O delegado frisou, ainda, que o grupo entrava nos bancos durante a noite e passava a madrugada lá dentro para arrombar os cofres e caixas eletrônicos. E algumas vezes eles entravam na sexta-feira e só iam embora no domingo à noite. “E o banco só se dava conta do prejuízo na manhã de segunda-feira”, concluiu.

Fotos: Divulgação Polícia Civil

Deixe seu comentário

  • Expediente

    C M DE LIMA FILHO Jornais e Revistas
    Inscrição Municipal: 052727009 - CNPJ: 13018923/0001-12

    Rua Luiz Alves Pereira, nº 115, Sala 301 - Edifício Maria Yabrudi - Aterrado - VR/RJ
    Telefone: (24) 3338 8341
    E-mail: redacao@folhadoacovr.com.br

  • Editor Responsável
    Luiz Eduardo Passos

    Diagramação
    Bruna Viana

    Gráfica
    Diário do Vale

    Tiragem
    10.000 exemplares

    Distribuição
    Semanal

  • Comunicar erro