Procon-BM autua posto por preço abusivo da gasolina

A paralisação dos caminhoneiros iniciada na última segunda-feira (dia 21), vem gerando uma corrida aos postos de combustíveis. Alguns estabelecimentos já esgotaram a gasolina, outros, porém, estão aumentando o preço por conta da alta procura. Devido a diversas denúncias de clientes insatisfeitos com os preços oferecidos por um posto no bairro Vila Coringa, o Procon-BM esteve no local para verificar as denúncias e constatou que o local estava praticando preços abusivos.

A gasolina Aditivada estava sendo vendida por R$ 6,97 e a Comum por R$ 6,87. O posto foi autuado e tem 10 dias para apresentar defesa. Segundo o gerente do Procon-BM, Felipe Fonseca, o auto de infração foi dado de acordo com o artigo 39 inciso X do Código de Defesa do Consumidor. “A lei não permite que o estabelecimento aumente sem justa causa o preço de produtos ou serviços. Ele foi autuado e tem 10 dias para apresentar defesa. Caso contrário, pode ser multado de R$ 600 a R$ 6 milhões”, afirmou.

Após a autuação, o posto baixou o preço da gasolina para R$ 5,15. Os consumidores que pagaram o valor abusivo podem ser ressarcidos, basta ir até o posto com a nota fiscal e solicitar o reembolso. O Procon continuará fiscalizando os outros postos e estabelecimentos comerciais. Outras denúncias podem ser feitas através do número (24) 2106-3461. O Procon Barra Mansa funciona de segunda à sexta-feira das 8 às 16h30min,
no térreo da prefeitura.

Deixe seu comentário

  • Expediente

    C M DE LIMA FILHO Jornais e Revistas
    Inscrição Municipal: 052727009 - CNPJ: 13018923/0001-12

    Rua Luiz Alves Pereira, nº 115, Sala 301 - Edifício Maria Yabrudi - Aterrado - VR/RJ
    Telefone: (24) 3338 8341
    E-mail: redacao@folhadoacovr.com.br

  • Editor Responsável
    Luiz Eduardo Passos

    Diagramação
    Bruna Viana

    Gráfica
    Diário do Vale

    Tiragem
    10.000 exemplares

    Distribuição
    Semanal

  • Comunicar erro