Assinado contrato transferindo administração do Hospital do Retiro para OS

O Hospital Municipal Munir Rafful, antigo Hospital do Retiro, será administrado pela Organização Social (OS) Mahatma Gandhi a partir deste mês de dezembro. O contrato já foi assinado e, segundo o secretário municipal de Saúde, Alfredo Peixoto, está em andamento o processo de transição, no qual são definidos os trâmites legais. A OS fará o gerenciamento, a operacionalização e a execução das atividades de saúde na unidade.

O secretário explicou que a medida vai melhorar a saúde do município em vários pontos, como o aumento da eficiência na aquisição e reparo de equipamentos e insumos, além da menor burocracia. “Precisamos dar mais agilidade na saúde e essa mudança vai proporcionar isso. Para os funcionários também melhora, porque muitos serão contratados com base na consolidação das leis trabalhistas, ou seja, sairão da contratação por RPA (Recibo de Pagamento Autônomo)”, explicou Alfredo.

Ainda de acordo com o secretário municipal de Saúde, a OS terá metas a serem cumpridas durante o período de vigência do contrato, que é de 24 meses. “A novidade é que, além da secretaria municipal de Saúde (SMS), o Conselho Municipal de Saúde também participará da fiscalização do trabalho realizado pela OS e se ela está cumprindo as metas estabelecidas”, afirmou Alfredo.

O prefeito Samuca Silva (Sem Partido) destacou a importância da mudança na forma de gestão da saúde de Volta Redonda. “Saúde é prioridade em nosso governo e estamos ajustando, realizando melhorias. Adquirimos o Hospital Santa Margarida que, em breve, vai ampliar o atendimento na cidade. O Hospital do Idoso já é uma realidade e, agora, o Hospital do Retiro vai oferecer um atendimento mais ágil e eficiente para a população”, ressaltou Samuca.

Saúde recebe novos veículos para transporte de pacientes

A SMS de Volta Redonda conta com 14 novos carros de passeio para atender os pacientes que precisam de tratamento fora do município e ainda equipes da Atenção Básica, que precisam de condução para atendimento domiciliar. De acordo Alfredo Peixoto, cerca de 15 mil pacientes precisam do transporte disponibilizado pela prefeitura para fazer o tratamento em outro município. “Por isso, destinamos dez veículos para o setor de TFD (Tratamento Fora do Domicílio) e quatro para o Programa de Saúde da Família, da Atenção Básica”, explicou o secretário.

O prefeito Samuca Silva afirma que esses veículos são mais uma conquista para saúde da nova gestão municipal. A chegada dos 14 carros zero quilômetro ajudam a recompor a frota municipal para melhor atender a população. "Estamos fazendo o possível para oferecer atendimento de excelência na saúde de Volta Redonda. E para investir neste e outros serviços no município, trabalhamos para atrair novas empresas e aumentar a arrecadação. Não podemos depender apenas da ajuda do estado e governo federal”, afirmou.  

Foto: Arquivo/SecomVR

Deixe seu comentário

  • Expediente

    C M DE LIMA FILHO Jornais e Revistas
    Inscrição Municipal: 052727009 - CNPJ: 13018923/0001-12

    Rua Luiz Alves Pereira, nº 115, Sala 301 - Edifício Maria Yabrudi - Aterrado - VR/RJ
    Telefone: (24) 3338 8341
    E-mail: redacao@folhadoacovr.com.br

  • Editor Responsável
    Luiz Eduardo Passos

    Diagramação
    Bruna Viana

    Gráfica
    Diário do Vale

    Tiragem
    10.000 exemplares

    Distribuição
    Semanal

  • Comunicar erro