Eleitos com a força eleitoral do presidente Jair Bolsonaro, os deputados federais do PSL do Rio de Janeiro estão ocupando papeis coadjuvantes na Câmara Federal. A reportagem foi publicada no jornal O Globo deste domingo. A bancada do PSL do Rio na Câmara é a maior do partido, com 12 deputados.

Entre os 12 deputados, está o delegado Antônio Furtado, representante da região Sul Fluminense na bancada do partido de Bolsonaro.

A reportagem do O Globo lembra que nenhum deputado do PSL do Rio ocupa cargo de presidente de Comissões da Câmara ou na articulação política do governo entre os deputados. A Comissão de Constituição e Justiça ficou a cargo, por exemplo, do deputado Felipe Francischini, do PSL do Paraná.

Até agora, apenas um deputado do PSL do Rio conseguiu aprovar um projeto de lei na Câmara dos Deputados. O projeto, do deputado Luiz Lima, prevê que permite divórcio imediato a mulheres agredidas pelos maridos.

Rejeição ao governo Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro tem a pior avaliação após 3 meses do 1º mandato desde 1990. Pesquisa Datafolha divulgada neste domingo (7) mostra os seguintes percentuais de avaliação do governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL): Ótimo/bom: 32%; Regular: 33%; Ruim/péssimo: 30% e não sabe/não respondeu: 4%.

A pesquisa ouviu 2.086 pessoas com mais de 16 anos, em 130 municípios, nos dias 2 e 3 abril. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

Foto: Marcos Corrêa/PR

Com informações de O Globo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui