O coronel Kleber dos Santos Martins, ex-comandante do 28º Batalhão de Polícia Militar, sediado em Volta Redonda, e também ex-diretor geral de Administração e Finanças da PM, deverá ser julgado amanhã pelo Conselho Especial de Justiça da Polícia Militar.

Juntamente com outros sete oficiais da PM, ele é acusado de receber vantagem financeira no contrato da corporação com uma empresa para a compra de 200 aparelhos de ar condicionado.

Segundo a denúncia, além de compra superfaturada, os aparelhos sequer chegaram a ser entregues nos hospitais da PM no estado. Os outros sete oficiais denunciados foram julgados na semana passada e condenados a oito anos e quatro meses de prisão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui