O Corpo de Bombeiros suspendeu, no final da tarde deste sábado (dia 13), no Rio Paraíba do Sul, as buscas por Renan Júnior Ferreira, de 29 anos, morador de Volta Redonda desaparecido desde o último domingo (dia 7). Um mergulhador da corporação vasculhou trechos do rio no bairro Siderlândia.

O trabalho dos militares foi acompanhado por parentes do rapaz, assim como os de Breno Afonso Silva de Oliveira, de 20 anos, também desaparecido há uma semana. Os dois, no entanto, não tinham nenhuma relação, segundo informou o empresário Claudio Ferreira dos Santos, pai de Renan.

Durante a procura, o mergulhador encontrou uma bicicleta no fundo do Paraíba, mas o veículo não pertence a nenhum dos dois. Renan mora na Vila Mury e Breno, no Retiro.

As buscas serão retomadas neste domingo, mas sem mergulhadores. Os bombeiros vão se concentrar nas margens do rio, utilizando uma embarcação.

Ao comunicar à polícia, na última quinta-feira, o desaparecimento, Claudio informou que o filho foi visto pela última vez dirigindo uma Saveiro da empresa dele no trecho urbano da BR-393 (Rodovia Lúcio Meira), na Vila Santa Cecília. A picape até agora não foi encontrada.

O desaparecimento dos dois rapazes está sendo investigado pelas polícias Civil e Militar. As buscas no rio, que tiveram início na última sexta-feira, foram motivadas por informações passadas aos parentes de Renan. Detalhes das investigações, no entanto, estão sendo mantidos em sigilo.

Com informações do Site Foco Regional

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui