O Prefeito de Volta Redonda Samuca Silva, fez um novo balanço sobre o Covid-19, durante uma transmissão ao vivo em suas redes sociais, na tarde desta segunda-feira (dia 23). Segundo Samuca, Volta Redonda continua com apenas quatro casos, o mesmo número divulgado no balanço anterior, e a Secretaria de Saúde está monitorando todas as pessoas que tiveram contato com os pacientes infectados

Durante a transmissão, Samuca afirmou que irá se posicionar de forma mais dura com as empresas de ônibus que não respeitarem as medidas do decreto municipal. “Hoje pela manhã, vi diversos ônibus cheios, fato que foi expressamente proibido. As empresas que descumprirem o acordo, serão notificadas e multadas,” afirmou o prefeito.

Outra questão que preocupa o prefeito, são pessoas que estão saindo de casa de forma desnecessária. Segundo ele, durante reunião entre as forças de segurança e o Ministério Público, realizada na manhã desta segunda-feira (dia 23) a possibilidade de prender o cidadão que não respeitar o decreto foi discutida.

Os moradores de rua, também serão abraçados pela campanha de prevenção ao coronavírus em Volta Redonda. Segundo Samuca, a prefeitura irá montar um abrigo, no Colégio Getúlio Vargas, a fim de acolher as pessoas em situação de rua que apresentem sintomas do Covid-19 . Lá, eles passarão por um período de quarentena, receberão assistência médica, kits de higiene pessoal e, ainda, serão vacinados contra a H1N1.

Samuca ainda relatou que chegou a entrar em contato com diversos mercados da cidade, para comprar sabonetes e fornecer para a população carente, mas foi surpreendido com a iniciativa dos donos dos estabelecimentos. “A ideia era que pudéssemos comprar esses sabonetes para doar. Mas ficamos felizes com essas doações, que irão ajudar muitas famílias. Vamos receber até quinta-feira, provavelmente, essas doações e vamos organizar as entregas, priorizando localidades com maiores necessidades. A higienização bem feita das mãos é uma das melhores formas de se evitar contaminação pelo coronavírus”, explicou o prefeito.

Samuca disse ainda que a prefeitura de Volta Redonda, está realizando um levantamento de demanda para servir almoço para alunos da rede municipal durante quarentena por conta da pandemia de Covid-19. O objetivo é que, a partir de 30 de março, as unidades escolares sirvam marmitex para os estudantes carentes, evitando aglomeração nas escolas. O prefeito destacou que o objetivo é garantir alimentação saudável e nutritiva para os alunos.

“Nós decretamos a suspensão das aulas primeiramente por 15 dias. Diante disso, após esse período, a tendência é que continuemos sem aulas. Por isso, vamos servir refeições para os alunos da rede pública. Essa refeição é muito importante e, às vezes, a mais nutritiva para muitos estudantes. Vamos garantir essa alimentação”, disse o prefeito.

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta para Douglas Cancelar resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui