Durante transmissão ao vivo em suas redes sociais na tarde desta sexta-feira (dia 8), o prefeito Samuca Silva (PSC), avaliou como positiva a primeira semana de flexibilização comercial. Entretanto, o prefeito fez ressalvas com a relação a algumas atitudes de munícipes que tentam burlar as medidas protetivas.

De acordo com Samuca, durante esta semana, foi possível observar pessoas movendo as manilhas que buscam impedir a entrada desenfreada de veículos no município. “Não consigo acreditar que temos pessoas fazendo isso, parece loucura”, disse o prefeito, que ainda relatou que alguns munícipes estão buscando parentes nas entradas da cidade.

No Roma, bairro próximo a um dos acessos à Cidade do Aço, moradores estão hospedando e cobrando, de forma irregular, parentes de pacientes internados no Hospital Regional, que está fechado para visitas. “Essas pessoas estão se colocando em risco. Nesta semana, já percebemos um aumento dos casos no Roma e isso não é coincidência. Peço encarecidamente aos moradores que não hospedem ninguém em suas casas”, declarou Samuca.

Números da Covid-19

Volta Redonda chegou, nesta sexta-feira (dia 8) a marca de 570 casos confirmados e 1510 suspeitos. As metas do plano de flexibilização comercial se mantém, com 1% de aumento nos casos suspeitos, número abaixo dos 5% estipulados no acordo com o Ministério Público. 27% das UTIs e 5,28% do Hospital de Campanha estão ocupados, mantendo o município nos eixos para reabertura do comércio

Mais um óbito foi registrado, elevando o total a 19, Trata-se de uma idosa de 80 anos. 428 pacientes estão curados na cidade.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui