Cerca de 10 mil pessoas participaram do evento gastronômico “Volta de Bolteco”, realizado no domingo (dia 30), na Praça Pandiá Calógeras. O número foi estimado pela secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo.

Foram premiados, após escolha do júri e votação popular, a Casa Relicário com o titulo de “Melhor Petisco de Volta Redonda”. O restaurante serviu o prato “trouxinhas arretadas de carne suína”.  Já a choperia Boca Maldita foi destacada com três premiações, com os primeiros lugares em atendimento e temperatura de chopp mais gelado e o terceiro lugar com o petisco.

O prefeito Samuca Silva ressalta que o Volta de Boteco surgiu como uma excelente oportunidade para movimentar a cidade e estimular a participação do público consumidor. “Eventos como esse, ligados à gastronomia, são uma ótima oportunidade de atrair turistas para a nossa cidade. Todos ganham com isso, o setor hoteleiro, o comércio e economia da cidade ficam aquecidos. E vamos continuar investindo com novas atividades que irão fortalecer a economia, o turismo, o setor de gastronomia como um todo”, disse o prefeito.

Joselito Magalhães, secretário de Desenvolvimento, avaliou o sucesso alcançado pelo evento. “O Volta de Boteco nasceu com a criação do Pólo Gastronômico e mostra a força da identidade da gastronomia local, fomentando o setor de alimentação por meio de ações voltadas para o objetivo turístico. Certamente vem fortalecer os estabelecimentos da cidade com ações coletivas e na promoção de eventos. Na agenda do Pólo de Gastronomia foram definidas três ações para o ano de 2019. A Volta de Boteco é a primeira delas. Em agosto teremos o Festival de Inverno. Em outubro o Oktoberfest”, anunciou.

Ele classificou o resultado como “extraordinário”, porque reuniu os participantes de gastronomia voltarredondenses em prol de uma competição que motivou os estabelecimentos, as equipes de atendimento, e a participação dos consumidores. “O êxito do evento pode ser mensurado pela premiação que envolveu os 10 finalistas, levando mais de 10 mil pessoas na tarde de domingo último. Certamente, comida de boteco faz parte da cultura de Volta Redonda e passa a ser uma agenda cultural permanente do município”, frisou Joselito.

Os estabelecimentos correram nas categorias Melhor Petisco de Volta Redonda,  Atendimento e Temperatura da Cerveja ou Chope. O garçom Jorge do Bar do Tchelo foi eleito o Melhor Garçom da Cidade. Os 10 estabelecimentos melhores avaliados  pela organização para a disputa do Melhor Petisco de Volta Redonda e demais categorias, foram o  Bar do Tchelo, Barão Boteco, Bier Prosit, Calumma  Pub, Casa Relicário, Choperia Boca Maldita, Costelaria Fogo de Chão, Deliciare Choperia, Metamorphose Bar e Vitória Restaurante & Choperia. Durante o evento, os visitantes provaram os pratos vendidos com o preço fixo e o chope a preço popular.

Os proprietários da Choperia Boca Maldita, que comemoram 40 anos de atividade comercial na Vila Santa Cecília em 2019, Roger Gangana, 45 anos, e Gilson Gangana, 72, comemoraram o título. “Muito bom, muito bem organizado e movimentou muito a procura pelo nosso atendimento, pelo chopp mais gelado”. Eles conquistaram três premiações.

O Volta de Boteco contou com a participação de diversos empreendedores e instituições locais, incluindo a Prefeitura de Volta de Redonda, Sebrae, Câmara de Dirigentes Lojistas de Volta Redonda (CDL-VR),  Associação Comercial Industrial e Agropastoril de Volta Redonda (Aciap-VR), Universidade Federal Fluminense, Fundação CSN, entre outros.

Os resultados da premiação

Petisco – 1º lugar com Casa Relicário, 2º lugar com Bier Prosit, 3º lugar com Choperia Boca Maldita.

Atendimento – 1º com Choperia Boca Maldita. 2º lugar para Casa Relicário. 3º lugar ficou com Diliciare Choperia.

Temperatura Chopp e Cerveja: 1º com Choperia Boca Maldita. 2º com Barão Buffalo Wings. 3º ficou Hays Cervejaria.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui