Um crime de homicídio cometido por motivo fútil, por uma discussão banal, que teve como razão uma bola de futebol, levou a prisão de Leonardo Bastos Amaro (foto), de 22 anos. O suspeito foi preso na quinta-feira (dia 12) em Campos dos Goytacazes, cidade do Norte Fluminense, por agentes da 93ª DP, de Volta Redonda.

O assassinato aconteceu na madrugada do dia 30 de novembro, durante uma confraternização na rua Erika Berbet, no bairro Três Poços. De acordo com denúncia apresentada pelo Ministério Público e acolhida pela 1ª Vara Criminal de Volta Redonda, Leonardo desferiu três facadas em Antonio Soares dos Santos, de 29 anos.

“A vítima não queria que o autor do crime jogasse bola” disse o delegado Welllington Vieira. Os golpes atingiram o lado esquerdo do peito da vítima, que morreu no local.

O MP relata que várias testemunhas que várias testemunhas, “de forma inequívoca”, reconheceram Leonardo como autor do homicídio. O acusado e Antonio trabalhavam no mesmo canteiro de obras, às margens da Rodovia do Contorno e dormiam no mesmo alojamento.

“A índole violenta do denunciado está insita na ação criminosa por ele praticada, de grave repercussão social, demonstrando-se, em primeiro momento, sua periculosidade” citou o promotor de justiça Leandro Oliveira da Silva.

O preso responderá por homicídio qualificado por motivo fútil e impossibilidade de defesa da vítima. “A prisão preventiva é necessária, ainda, para garantir a aplicação da lei penal, visto que, em fase inquisitorial, após a ocorrência dos fatos, o denunciado imediatamente empreendeu fuga, não sendo mais conhecido seu paradeiro”, reforçou o promotor Leandro da Silva, em seu pedido à justiça. O acusado de homicídio será transferido para a casa de custódia de Volta Redonda, onde aguardará julgamento.

Foto: Reprodução

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui