O ‘VR Parking’, novo sistema de estacionamento rotativo de Volta Redonda, começou a funcionar nesta segunda-feira (dia 6). A Avenida Amaral Peixoto, no Centro, e o bairro Vila Santa Cecilia já contam com a ferramenta, que tem como objetivo dar mais agilidade e modernizar o estacionamento das vias da cidade. O serviço entrou na fase de teste e conta com equipes treinadas de monitores nas ruas para orientar os motoristas sobre o uso do sistema através do aplicativo ‘Digipare’, onde o motorista pode realizar recargas através do cartões de crédito e débito.

“O VR Parking vai facilitar a vida da população, já que os bilhetes para utilização poderão ser adquiridos facilmente pelo aplicativo do sistema instalado no celular ou em estabelecimentos comerciais cadastrados, com pagamento em cartão de débito e crédito, além de dinheiro ou boleto bancário. É uma ferramenta moderna, ágil e organizada. Estamos investindo na estrutura da mobilidade urbana de uma das mais importantes economias do Estado”, explicou o prefeito Samuca Silva.

A primeira impressão do morador de Volta Redonda, Wanderson Aquino, é que as mudanças serão bem vantajosas para a cidade. “Acabei achando uma vaga em frente ao local que eu queria ir. Com esse sistema fica mais fácil achar vaga e bem mais justo também. Eu não sabia da possibilidade do aplicativo de celular e vi muita vantagem”, contou.

Outra moradora que aprovou o novo sistema foi Gabriela de Souza. “A Vila andava muito desorganizada, com flanelinhas até ameaçando a população. Pela manhã eu vi a equipe de amarelo, peguei as informações e já baixei o aplicativo no telefone. Não vi nenhum problema”, disse. Os locais da cidade foram divididos por três zonas.

A Zona Azul engloba as principais ruas e avenidas com maior rotatividade dos bairros Vila Santa Cecília, Centro e Aterrado. As vagas que estiverem nessa zona terão um valor de R$2,50/hora. A Zona Verde abrange os bairros Retiro, Santo Agostinho, 207 e Ponte Alta, onde o valor será de R$2,00/hora. Tanto na Zona Azul, quanto na Zona Verde, os veículos podem permanecer no local por no máximo 3 horas. A Zona Laranja inclui as ruas adjacentes com o valor de R$1,50/hora e com permanência de, no máximo, 4 horas. Com a implantação do novo sistema, o número subiu para 5393 vagas sinalizadas, sendo 1485 na Vila Santa Cecília, 1690 no Aterrado, 555 no Centro, 1442 no Retiro, e outras 221 distribuídas na Rua 207, Santo Agostinho e Ponte Alta.

Volta Redonda como cidade modelo

O modelo de estacionamento rotativo de Volta Redonda já é modelo para outras cidades do Brasil. Nesta segunda-feira (dia 6), uma equipe da prefeitura de Natal se reuniu com o prefeito Samuca Silva para conhecer o VR Parking e saber como foi a implantação do novo sistema. Samuca comentou que o sistema vai organizar e modernizar o estacionamento rotativo de maneira tecnológica e de forma democrática. “A gente já vinha fazendo um trabalho prévio em relação a estacionamento na cidade e sabia que precisava mudar. O aplicativo já está funcionando e, em breve, os sensores também”, contou.

O prefeito aproveitou para apresentar vários outros projetos e programas de sucesso que Volta Redonda lançou nos últimos anos como o Orgulho de Volta, Tarifa Comercial Zero, Fiscaliza VR, melhorias nas linhas de ônibus, Painel da Transparência, entre tantos outros. A secretária de Mobilidade de Natal, Elequicina Santos, destacou a importância dessa troca de experiências e informações. “Conhecer como foi a implantação foi ótimo e saber quais foram os desafios vai nos ajudar muito, já que o modelo é similar ao que estamos levando para Natal”, disse a secretária.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui