O governo do Estado do Rio de Janeiro declarou que, acompanha por meio de suas secretarias, a situação dos municípios atingidos, desde o último sábado (dia 29), pelas fortes chuvas. Segundo o Executivo estadual, todos os órgãos estão de prontidão para atender à população.

A partir de determinação do governador Wilson Witzel, todos os helicópteros do Estado estão à disposição para levar mantimentos e atender a emergências nos locais atingidos. A Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos possui um estoque de cestas básicas, kits limpeza e água para abastecer as áreas mais necessitadas. O Rio Solidário está recebendo doações em sua sede, na Travessa Euricles de Matos, nº 17, no bairro Laranjeiras, na capital do Estado.

O Departamento de Estradas de Rodagem (DER-RJ) enviou máquinas para executar reparos em rodovias onde a chuva provocou dano. Diversas equipes da Defesa Civil estão mobilizadas para atender todas as solicitações dos órgãos municipais e também dar atenção aos bairros afetados na cidade do Rio.

Trecho da RJ-155, que liga Barra Mansa a Angra dos Reis, ficou parcialmente interditado devido a um desmoronamento. Foto: Redes Sociais

O Detran-RJ decidiu isentar as pessoas das famílias afetadas pelas chuvas das taxas para confecção de segunda via tanto para RG como para carteira de habilitação. As datas e locais dos atendimentos serão divulgados em breve.

Possibilidade de chuva forte

De acordo com o Centro Estadual de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais (Cemaden-RJ), da Secretaria de Defesa Civil, núcleos de chuva moderada a forte atuam sobre as regiões da Baixada Fluminense, Capital, Costa Verde, Baixada Litorânea e Serrana. Para as próximas horas, há previsão de pancadas de chuva moderada a ocasionalmente forte para todas as regiões do estado.

Serviço

A Secretaria de Defesa Civil recomenda que, em caso de chuva forte, as pessoas procurem por um lugar seguro, plano e que fique a um nível elevado do solo. Não se devem atravessar áreas alagadas ou inundadas a pé, pois há risco de choque, queda em buracos ou bueiros abertos, além da possibilidade de se contrair doenças.

Para áreas sujeitas a deslizamentos e inundações, a Defesa Civil pede atenção aos alertas, como SMS ou sirenes. A Secretaria mantém um serviço de alerta de desastres naturais por meio de envio de SMS. O cadastro é gratuito. Basta enviar o CEP da localidade para o número 40199. Saiba mais no site: www.defesacivil.rj.gov.br.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui