O Ministro da Educação, Abraham Weintraub, anunciou, na tarde desta quinta-feira (dia 18), que está deixando o cargo. A informação foi confirmada em vídeo publicado pelo próprio Abraham, em que ele aparece ao lado do presidente Jair Bolssonaro. O substituto ainda não foi anunciado.

Segundo informações, o governo pretende indicar Weintraub para o Banco Mundial. Lá, o Brasil é líder de um grupo de nove países e possuí prerrogativas para indicar nomes para o cargo de diretor.

“É um momento difícil, todos os meus compromissos de campanha continuam de pé. Busco implementá-lo da melhor forma possível. A confiança você não compra, você adquire. Todos que estão nos ouvindo agora são maiores de idade, sabem o que o Brasil está passando. E o momento é de confiança. Jamais deixaremos de lutar por liberdade. Eu faço o que o povo quiser”, disse Bolsonaro no vídeo.

Weintraub assumiu a pasta em abril de 2019, no lugar de Ricardo Vélez Rodríguez e permaneceu por 14 meses, colecionando desafetos e polêmicas. A mais recente delas surgiu após a divulgação do vídeo da reunião ministerial do dia 22 de abril. No encontro, Weintraub defendeu que todos os ministros do STF fossem presos e os classificou como “vagabundos”.

“A gente tá perdendo a luta pela liberdade. É isso que o povo tá gritando. Não tá gritando pra ter mais Estado, pra ter mais projetos, pra ter mais… o povo tá gritando por liberdade, ponto. Eu acho que é isso que a gente tá perdendo, tá perdendo mesmo. A ge… o povo tá querendo ver o que me trouxe até aqui. Eu, por mim, botava esses vagabundos todos na cadeia. Começando no STF”, disse durante a reunião.

No último domingo (dia 14), o agora ex-ministro, participou de um protesto em defesa de pautas antidemocráticas, na Esplanada dos Ministérios, em Brasilía. Na ocasião, ele disse a apoiadores: “Eu já falei a minha opinião, o que eu faria com vagabundo”, novamente utilizando o termo, mas sem se referir textualmente a ninguém. Ele foi multado pela polícia, pois estava sem máscara de proteção. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui