O aniversário de Volta Redonda foi marcado pela homenagem às vítimas da Covid-19. Cerca de 30 moradores se reuniram no Memorial 9 de Novembro para a vigília que durou doze horas e foi um momento de despedida para aqueles que não puderam dar o adeus aos seus familiares e amigos.

Um dos participantes da vigília foi Thiago Gabriel de Souza, que perdeu o pai, de 85 anos, e a mãe, de 73, vítimas de Covid. Thiago agradeceu aos organizadores pela possibilidade de prestar a última homenagem aos pais.

“A gente não teve nem o direito de velar e se despedir, dar aquele último adeus. A dor e as lembranças permanecem vivas. Hoje eu pude fazer uma singela homenagem aos meus pais e me senti agradecido por poder ter este momento”, afirma Thiago, após acender duas das 105 velas que representaram as vítimas fatais da doença em Volta Redonda.

O memorial em homenagem às vítimas de COVID foi instalado na Praça Juarez Antunes e a população pode continua prestando homenagens  no local

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui