A CSN, representada pelo advogado Bruno Calfat, venceu no TRF-2 uma disputa contra o Ministério Público Federal, que pretendia fechar a usina de Volta Redonda e condicionar o licenciamento ambiental feito pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea) a uma autorização da procuradoria.

Cabe, porém, recurso à decisão

Com informações de Lauro Jardim/O Globo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui