Instituto Nacional de Meteorologia prevê mais chuvas no fim da tarde. Defesa Civil segue em alerta

A Defesa Civil de Barra Mansa registrou ontem (dia 4), duas ocorrências em função das chuvas que caíram no Sul Fluminense nas últimas horas. O órgão continua em alerta, já que existe previsão de novas pancadas de chuvas, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia.

De acordo com o coordenador da Defesa Civil, Sérgio Mendes, o Serginho Bombeiro, parte de duas casas foram interditadas na Rua Josué Fernandes, números 996 e 998, no Boa Vista II, na Região Leste. “As obras de extensão realizadas nessas residências podem ser afetadas pela cobertura do terraço de outra casa que se encontra em mau estado de conservação. Nossa equipe reuniu os moradores e orientou sobre os possíveis riscos. Esse problema já é antigo, mas vem se agravando a cada chuva mais forte”, esclareceu Serginho.

A outra ocorrência foi registrada na Rua 10, no bairro Santa Clara, onde uma árvore caiu e obstruiu toda a via. Agentes de plantão de Defesa Civil acionaram o Corpo de Bombeiros, que já esteve no local e providenciou o corte da árvore, com a liberação parcial da rua.

O pluviômetro do Parque da Cidade registrou em 24 horas, 43,3 mm/h de chuvas no Centro de Barra Mansa. Apesar da intensidade das chuvas, não há registro de alagamento provocado pelo Córrego Secades, na Região Leste, e no Rio Barra Mansa, áreas consideradas vulneráveis no período da temporada de chuvas.

Árvore caiu no bairro Santa Clara, obstruindo a Rua 10 – Fotos: Divulgação/PMBM

O Instituto Nacional de Meteorologia emitiu no dia 3 de janeiro um aviso de acumulado de chuva entre 30mm/h e 60 mm/h, com nível de severidade perigoso e risco de alagamentos, deslizamentos de encostas, transbordamentos de rios para as seguintes regiões: Costa Verde, Noroeste, Baixadas Litorâneas, Metropolitana, Norte, Médio Paraíba, Centrossul e Serrana. O alerta segue até as 15 horas desta segunda-feira (dia 6).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui