Para aumentar o estoque, o Banco de Sangue de Volta Redonda está realizando uma campanha para incentivar o aumento de doações.
O abastecimento ideal seria atingido se 30 pessoas fizessem a doação diariamente e, segundo a coordenadora da unidade, Rosimere Herdy Guedes Cardoso, houve uma queda de 30% no estoque. “Todos os tipos sanguíneos foram afetados, principalmente O-, A-, B- e AB-. Vale lembrar que a doação é um ato de amor e que cada doador pode salvar três vidas”, disse a coordenadora.

O intervalo mínimo entre doações é de dois meses para homens e três meses para mulheres. “Os homens podem doar no máximo quatro vezes durante o ano e as mulheres três vezes nesse mesmo período. Já para pessoas com mais de 60 anos, o intervalo mínimo entre as doações é de seis meses”, explicou Rosimere.

O sangue coletado no Núcleo de Hemoterapia de Volta Redonda atende o Hospital São João Batista, o Hospital Municipal Munir Rafful, o Hospital do Idoso e o Cais Aterrado, da Rede Municipal de Saúde, e os pacientes do Programa Unacom, no Hinja, em Volta Redonda; além do Hospital Municipal de Pinheiral e da Agência Transfusional, que fica no Hospital Municipal Flávio Leal, em Piraí.

O Banco de Sangue fica no Hospital São João Batista, Rua Nossa Senhora das Graças, número 235, bairro São Geraldo, e funciona de segunda à sexta-feira, das 7 às 13h. O telefone para contato é (24) 33394242, ramais: 235/236.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui