Um homem, ainda não identificado, invadiu, na tarde desta quarta-feira (dia 10), a sede de jornalismo da TV Globo, no Jardim Botânico, na Zona Sul do Rio de Janeiro. Ele estava armado com uma faca e fez a repórter Mariana Araújo, refém.

Funcionários relataram que o homem portava uma faca e carregava uma bíblia. Ele pulou a catraca de acesso aos estúdios da emissora e fez a repórter Mariana Araújo, que estava próxima ao local, de refém.

Ele exigia falar com a apresentadora do Jornal Nacional, Renata Vasconcellos, que faz aniversário nesta quarta-feira. Ainda segundo relatos de funcionários, o criminoso seria um fã de Renata Vasconcellos, de 20 anos, do Espírito Santo.

O diretor-geral de jornalismo da emissora, Ali Kamel, tentou negociar com o homem, que só libertou a refém quando Renata Vasconcellos foi até o local, seguindo orientação da PM. Ele foi preso imediatamente.

Em nota, a Globo negou que a invasão tenha cunho político. “Globo repudia com veemência todo tipo de violência. Foi obra de alguém com distúrbios mentais, sem nenhuma conotação política. Um homem que exigia ver a jornalista Renata Vasconcellos”, afirma o comunicado Foto: Reprodução/Internet

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui