O prefeito Samuca Silva (PSC) afirmou, em transmissão ao vivo na tarde desta terça-feira (dia 7), que Volta Redonda terá 10 novos leitos de UTI, destinados exclusivamente ao tratamento de pacientes com Covid-19. De acordo com o chefe do Executivo, as vagas possibilitarão uma queda na taxa de ocupação da rede de alta complexidade destinada à doença, que, no momento, está em 56%.

Samuca explicou que os equipamentos cedidos temporariamente pelo Hospital Hinja, serão utilizados para montar 10 leitos de alta complexidade no Hospital de Campanha, elevando o total de vagas de UTI a 37. “Teremos 18 leitos no São João Batista, nove no Hospital do Retiro e outros 10 no Hospital de Campanha”, pontou o prefeito.

Apesar das novas UTIs, Samuca ressaltou que a reabertura do comércio não ocorrerá de forma automática, visto que a Procuradoria Geral do município terá que conseguir a autorização para retomada da flexibilização pelas vias judiciais. “Já pedi para a Procuradoria entrar com o pedido na Justiça para a retomada da flexibilização”, disse.

De acordo com o prefeito, contabilizando os novos leitos, a ocupação das UTIs ficaria em torno dos 37%, o que possibilitaria a reabertura do comércio. O Hospital de Campanha funciona com 12% de sua capacidade

Números da Covid-19

A Cidade do Aço registrou duas novas mortes, chegando ao total de 83. Os infectado subiram para 2045, com 1518 curados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui