A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou na quarta (dia 10) o porte de armas a deputados estaduais. A proposta, do presidente da Comissão de Comissão e Justiça (CCJ) e líder do governo na Alerj, Márcio Pacheco (PSC), foi inserida no Projeto de Lei 1.825/16, que permite o porte a agentes do sistema socioeducativo (Degase).

Também foi incluído no texto o porte de armas para a Polícia Legislativa e auditores fiscais estaduais e municipais.

O projeto de lei prevê que as armas sejam guardadas em locais seguros enquanto os profissionais estiverem em serviço.

O texto será encaminhado ao governador Wilson Witzel, que decidirá, em até 15 dias, se sanciona ou veta a proposta.

Com informações da Agência Brasil

Fotos: Thiago Lontra

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui