O prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva (PSC) afirmou na tarde desta terça-feira (dia 19) que a partir da próxima quinta-feira (dia 21) estarão proibidas as práticas de atividades de lazer na Avenida Adalberto de Barros Nunes, a Beira-Rio e nos campos do Aero Clube. A informação foi divulgada durante transmissão ao vivo nas redes sociais

Segundo o prefeito, esta pode ser considerada uma ação rigorosa, mas se fez necessária devido a quantidade de pessoas circulando por esses locais. “É ao ar-livre, mas temos muitas pessoas achando que estão de férias. Inclusive, colocamos cadeados nos campos do Aero Clube. Esses cadeados foram quebrados numa demonstração clara de desrespeito”, pontuou Samuca.

O mandatário do Palácio 17 de Julho, relatou que, até mesmo, práticas como caminhadas e corridas estão proibidas nestes locais. Quem desrespeitar a medida, pagará uma multa no valor de R$500.

Situação dos templos religiosos

Samuca aproveitou a transmissão para, mais uma vez, esclarecer a situação dos templos religiosos. De acordo com ele, as igrejas não foram reabertas, pois, no acordo feito junto ao Ministério Público (MPRJ) e definido pelo Judiciário, não estava prevista a flexibilização de locais para a prática religiosa.

Números da Covid-19

Nesta terça-feira (dia 18), Volta Redonda chegou ao seu 23 óbito. Trata-se de um homem, de 81 anos. Até o momento, o município tem 714 infectados e 1830 suspeitos. Os pacientes curados chegam a 572. A rede hospitalar conta com 51 pacientes internados com suspeita da doença e outros 17 confirmados.

Com relação as metas, no boletim desta terça-feira, a Cidade do Aço ultrapassou uma delas. A variação nos casos suspeitos ficou em 6,09%, acima dos 5% indicados no acordo com o MPRJ. Se no próximo boletim, que será divulgado nesta quarta-feira, a variação se mantiver maior que os 5%, já na quinta-feira todo o comércio será fechado, por um período de sete dias.

A ocupação das UTIs segue com 31% de ocupaçãp, abaixo dos 50% determinados na sentença. O Hospital de Campanha se manteve com os mesmos 5,26% do último relatório, ficando assim, num valor inferior aos 60% estipulados junto ao MPRJ.

1 COMENTÁRIO

  1. Ha esse prefeito, esse camarada quer o que da vida do da população, não tem como aguenta esse discurso” fica em caem, se a população vim pras ruas vou fechar o cormecio novamente” p……
    Meu Deus esse sem noção não percebeu que ninguém aguenta mais isso , a economia indo pro saco, o trabalhador autonomo, o cormecio sofrendo, vamos parar de mi mi mi prefeito

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui