O Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Volta Redonda (Saae-VR) informou que mais um pico de energia elétrica nesta segunda-feira (dia 28), ocasionou o rompimento na rede adutora da Avenida Beira Rio. A autarquia já está mobilizando a equipe para solucionar o problema e alerta sobre as constantes interrupções no fornecimento de energia elétrica nas instalações de bombeamento de água, que têm prejudicado o abastecimento na cidade.

O diretor executivo do Saae-VR, José Geraldo Santos, o Zeca, explicou que, para esses casos, são abertos protocolos. “A gente entra em contato com a concessionária, que providencia manobras na rede para solucionar o problema. Mas o fato vem ocorrendo de forma constante nos últimos meses e estamos ficando preocupados com o período mais quente chegando”, disse Zeca.

A equipe técnica do Saae-VR explicou que dois problemas têm se agravado nos últimos meses. Um deles é referente aos constantes picos de energia, que causam o desligamento repentino de equipamentos e, em consequência, rompimentos de redes adutoras. O problema ocorre em toda cidade, se agravando na ETA (Estação de Tratamento de Água) Belmonte, que atende mais de 320 mil pessoas e nos sistemas de bombeamento nos bairros Santo Agostinho e Água Limpa.

O outro problema é a deficiência no fornecimento de alta tensão para a maior elevatória de água da cidade, localizada no bairro Santa Cruz. Segundo o Saae-VR, o fornecimento de alta tensão, que deve se manter em 13,8 KV, repentinamente é reduzido para tensão menor e, com isso, os equipamentos não têm carga suficiente para manter seu funcionamento.

Vale acrescentar que já foram protocoladas 17 reclamações a respeito da situação que afetou diversos bairros de Volta Redonda.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui