O prefeito de Pinheiral, Ednardo Barbosa, assinou nesta tarde (dia 18) junto com o governador, Wilson Witzel e o secretário de Estado de Saúde, Edmar Santos, um termo de cooperação técnica junto ao Governo do Rio de Janeiro, no Palácio Guanabara. Pinheiral está entre as 76 prefeituras do Estado que foram beneficiadas pelo convênio que tem como objetivo investir na infraestrutura de unidades municipais.

O prefeito destacou que o convênio vai possibilitar com que sejam realizados investimentos que vão melhorar a estrutura e os serviços oferecidos no complexo hospitalar de Pinheiral, que conta com um Pronto Socorro, Hospital maternidade, Ambulatório e vai ganhar uma sede própria para o SAMU.
“O termo de cooperação técnica junto ao Governo do Rio de Janeiro vai permitir que a nossa cidade receba melhorias significativas na Saúde.”

“Esse convênio que assinei é voltado para investimentos na infraestrutura de unidades municipais, através de obras e aquisição de equipamentos e, graças ao nosso município não ter nenhuma pendência legal, Pinheiral foi uma das 76 prefeituras contempladas”.

“Tudo isso, sem esquecer o amigo Deputado Estadual, Gustavo Tutuca, que intermediou a vinda deste recurso para a nossa cidade. Com este convênio, que cabe a Secretaria de Estado de Saúde o repasse de recursos vamos poder melhorar o local em que os pacientes aguardam para realizar os exames, assim como, o laboratório, a recepção e fazer ainda a troca da cobertura do Hospital Municipal.”

“Aliás, todo o complexo hospitalar vai receber reforma, pois no Pronto Socorro e no Ambulatório vamos fazer a melhoria dos banheiros, a troca da cobertura, novos revestimentos de piso e parede, além da pintura geral interna e externa. Outro serviço que terá uma estrutura adequada para os atendimentos de urgência é o SAMU 192, pois vamos construir uma base com área para telefonista, dois dormitórios com banheiros, copa e garagem no nosso complexo hospitalar. Em 2020, com certeza Pinheiral terá ainda mais Saúde”, disse Ednardo

Na região as cidades contempladas foram Angra dos Reis, Mangaratiba, Paraty, Comendador Levy Gasparian, Miguel Pereira, Paracambi, Paraíba do Sul, Paty do Alferes, Sapucaia, Engenheiro Paulo de Frontin, Três Rios, Vassouras, Barra do Piraí, Barra Mansa, Itatiaia, Pinheiral, Piraí, Porto Real, Quatis, Resende, Rio Claro, Rio das Flores, Valença, Volta Redonda.

O termo foi firmado com base na Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993. As reformas e aparelhamento das unidades devem respeitar os projetos e os cronogramas apresentados pelos municípios à Secretaria de Estado de Saúde. O prazo de vigência do termo é de 12 meses, podendo ser prorrogado por iguais e sucessivos períodos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui