O acidente foi no dia 8 deste mês, em Piraí, onde uma carreta desgovernada, conduzida por um caminhoneiro embriagado, bateu num Vectra e numa viatura da Polícia Militar, que estavam parados no acostamento do KM 237 da pista sentido Rio de Janeiro.

Os policiais abordavam os ocupantes do Vectra quando a carreta atingiu os dois veículos. O policial militar Renan Gonçalves morreu na hora. Os três ocupantes do Vectra ficaram feridos. No dia seguinte ao acidente, Guilherme Maia, que está internado no Hospital São João Batista, em Volta Redonda, teve uma das pernas amputadas.

Na última terça-feira (dia 17), Matheus Sodré, de 32 anos, internado no Hospital da Unimed Volta Redonda também teve uma perna amputada. Ele dirigia o Vectra atingido pela carreta. O terceiro ocupante do carro, Alex Siqueira, foi o que menos se feriu, sofrendo fratura em um dos pés. Ele foi atendido no Hospital Flávio Leal, em Piraí.

A Polícia Rodoviária Federal, no dia do acidente, informou que o caminhoneiro dirigia embriagado, o que fez com que perdesse a direção do veículo. Ele foi preso em flagrante.

1 COMENTÁRIO

  1. O que não dá pra entender é por que a polícia militar abordou os meninos em uma rodovia federal???? Muito estranho e ninguém fala nada sobre isso…

Deixe uma resposta para Juliana da Silva Souza Cancelar resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui