O Brasil já é o segundo maior mercado da Uber no mundo.

Com faturamento de aproximadamente 959 milhões de dólares em 2018 (cerca de R$ 3,76 bilhões), e com cerca de 600 mil motoristas cadastrados na plataforma distribuídos em mais de 100 cidades, a multinacional de transporte individual por aplicativo tem no país um mercado promissor e rentável, com 22 milhões de usuários.

Os dados relativos a motoristas e número de cidades estão disponíveis no site da empresa denominado “Fatos e Dados sobre a Uber”.

Segundo o relatório apresentado às autoridades americanas, o faturamento da Companhia no Brasil quadruplicou de 2016 a 2018, passando de 236 milhões para 959 milhões de dólares, uma progressão impressionante que demonstra o grande potencial de mercado.

Os dados só se tornaram mais visíveis graças à necessidade da Uber de apresentar documentação para realizar seu processo de IPO (Initial Public Offering), sigla para Oferta Pública Inicial (ou OPI). Como o próprio nome diz, será a primeira vez que a gigante americana venderá ações para o público na bolsa de valores de Nova Iorque.

Os dados do Brasil, revelados agora pela própria Uber, impressionam. Mais particularmente os relativos a São Paulo.

Segundo o relatório encaminhado para o processo de IPO, em 2018 uma em cada quatro (24%) das viagens da Uber tiveram origem em cinco áreas metropolitanas. Dentre elas, se encontra a região metropolitana de São Paulo: nos Estados Unidos estão Los Angeles, Nova York e a área da baía de São Francisco; Londres, no Reino Unido; e a área metropolitana de São Paulo.

São Paulo integra uma rede de 10 centros de suporte global que apoiam as operações em todo o mundo, ao lado de Chicago (EUA), Phoenix (EUA), Limerick (Irlanda), Cracóvia (Polônia), San José (Costa Rica), Hyderabad (Índia), Manila (Filipinas), Lisboa (Portugal) e Cairo (Egito). No total, esses centros contam aproximadamente 5.400 funcionários e 400 contratados independentes, que fornecem suporte 24 horas por dia, sete dias por semana, para usuários de plataformas nos Estados Unidos e em outros países.

No total, a Uber se gaba de estar presente em 6 continentes, em mais de 700 cidades, oferecendo 3 plataformas de serviços, com 14 milhões de viagens por dia. Ainda segundo o relatório, os motoristas da plataforma ganharam mais de US$ 78,2 bilhões (cerca de 306 bilhões de reais) desde 2015, “além de US$ 1,2 bilhão em gorjetas (4,7 bilhões de reais) desde que introduzimos o direcionamento no aplicativo para os motoristas em julho de 2017”.

Com informações do Diário do Transporte

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui