Atendendo uma demanda da população, a Prefeitura de Volta Redonda, por meio da Secretaria de Educação (SME), irá implantar um Centro de Atendimento Especializado em Educação Especial. O convênio foi assinado nesta semana com o governo do Estado e possibilitará que a Escola Estadual Minas Gerais, no bairro Retiro, seja municipalizada para receber o projeto de inclusão de alunos com necessidades educacionais especiais na rede municipal. As chaves da unidade serão entregues oficialmente nesta quinta-feira (dia 23) para a realização de pintura e melhorias.

“Esse é um projeto pioneiro que a SME vai realizar para inclusão dos alunos. Volta Redonda já conta com a Escola Dayse Mansur que é especializada na educação de autistas, também pioneira na América Latina. Estamos muito satisfeitos com esse convênio com o governo do Estado, que vai possibilitar que esse projeto seja realizado da melhor forma possível pela equipe da Educação”, contou o prefeito Samuca Silva.

Segundo o representante da Regional Médio Paraíba da Secretaria de Estado de Educação (SEEDUC), Vitor Fonseca, o convênio representa um grande avanço para os alunos da rede pública de Volta Redonda. “A regional fica muito feliz com essa parceria. Quem vai ganhar são os alunos da rede municipal. E o secretário de Educação do Estado, Pedro Fernandes, preza muito pelas parcerias que colaboram com o crescimento da educação”, disse.

A secretária de Educação, Rita Andrade, destacou que o pedido para municipalizar a escola partiu da SME. “Em uma reunião com o secretário de Estado, relatei a necessidade de se criar esse centro para atender ainda melhor nossos mais de 800 alunos da Educação Especial. É um projeto pioneiro e sabemos da importância dele para o desenvolvimento desses alunos. Já estamos preparando mais uma municipalização, onde seria parcialmente do município e do estado e, em breve, vamos divulgar. Estamos felizes com essa conquista e, vale ressaltar, que vamos realizar apenas algumas melhorias na escola, pois ela está em ótimas condições para atender a demanda escolar”, declarou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui