Agentes de Delegacia Especializada de Atendimento à mulher prenderam, em Angra dos Reis, um pedreiro por suspeita de estuprar uma jovem, de 22 anos, com deficiência mental. A prisão ocorreu na quinta-feira (dia 30), mas somente neste sábado que foi passado à imprensa.

Segundo a Deam, os abusos ocorreram entre novembro e dezembro de 2019.

Os agentes informaram que o suspeito fazia obra na casa da vítima há aproximadamente dois meses e, durante este tempo, vinha abordando a vítima, oferecendo balas e bombons.

Ainda de acordo com a Deam, no fim do ano passado, o homem teria conduzido a jovem em uma moto a um terreno baldio, mantendo relação sexual com a vítima, que acabou engravidando dele.

Em janeiro deste ano, a mãe da jovem notou mudanças fisiológicas na filha e, ao conversar com ela, a filha acabou contando sobre o estupro.

O homem foi preso pelo crime de estupro de vulnerável e a vítima passou por exame de corpo delito e foi encaminhada para acompanhamento psicológico.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui