Em respeito ao decreto estabelecido pelo prefeito Samuca Silva (PSC), que bloqueia as sete entradas de Volta Redonda, como forma de prevenção ao Covid-19, equipes da Guarda Municipal (GMVR) e da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) estão trabalhando em conjunto para evitar que pessoas oriundas de regiões com circulação do vírus passem pela cidade.

Segundo a prefeitura, a ação, que está sendo realizada desde às 12h desta sexta-feira (dia 21), já evitou que alguns ônibus entrassem na cidade. A prefeitura, para agilizar e dar mais proteção aos moradores, adquiriu dois termômetros digitais para check up de quem estiver entrando na cidade vindo de outros municípios.

Caso a pessoa apresente febre, será encaminhada para as Unidades Básicas de Saúde (UBS) ou UPA. O prefeito Samuca Silva, acompanhou na manhã deste sábado, dia 21, os trabalhos das equipes na entrada da cidade pelo bairro Santa Inês.

“Estamos acompanhando de perto esse trabalho. Nosso objetivo é evitar que ônibus oriundos de área com circulação do vírus possam entrar na nossa cidade, sendo uma medida de prevenção adotada”, disse Samuca. Outros veículos, como táxis e motoristas de aplicativos, também serão fiscalizados, a fim de evitar que cheguem passageiros dessas áreas de risco. “Acompanhei uma abordagem da nossa equipe com carros com placas de fora. Foi realizado um teste de temperatura e uma entrevista para encaminhar a pessoa para UBS”, explicou o prefeito Samuca Silva.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui