A controversa decisão da direção da Unimed de Volta Redonda de realizar uma assembleia, contrariando restrições das autoridades de vigilância e saúde para evitar eventos com concentração de pessoas, segue rendendo. A Folha do Aço apurou que pelo menos dez cooperados do plano de saúde estariam infectados pelo novo coronavírus. Entre eles, o presidente Luiz Paulo Tostes.

A listagem com a identidade dos que testaram positivo é mantida em segredo, por questões óbvias. Questionada, a cooperativa não confirma, muito menos desmente o caso de Luiz Paulo. “Não confirmamos a informação, uma vez que a Unimed Volta Redonda tem por normas não divulgar os dados de seus clientes, médicos e colaboradores, respeitando a confidencialidade das informações. Informamos também que estamos seguindo todas as normas determinadas pelo Ministério da Saúde e que a Secretaria Municipal de Saúde é a responsável pela divulgação dos casos suspeitos ou confirmados de Covid19”, diz a Unimed-VR em nota.

Luiz Paulo não seria o primeiro nome da linha de frente da cooperativa infectado pelo novo coronavírus. O vice-presidente, Vitório Moscon Puntel, revelou no dia 21, em um comunicado distribuído a colaboradores, que testou positivo. Três dias antes, o cirurgião torácico amanheceu com sintomas de leves de resfriado e suspendeu todas as atividades profissionais, ficando recluso em sua residência com isolamento de outras pessoas, inclusive familiares.

Receio

O receio de contaminação entre os profissionais da Unimed-VR é inevitável, não apenas pelas atividades rotineiras. A tensão é maior entre aqueles que estiveram presente na assembleia do dia 16 de março, quando foram debatidas a prestação de contas e a divisão de sobras entre cooperados.

Os apelos dos médicos nos grupos de WhatsApp para que a reunião fosse adiada não foram suficientes. Mesmo com o alerta dos riscos de aglomeração de pessoas em face da propagação acentuada do novo coronavírus, prevaleceu a decisão de Luiz Paulo Tostes e diretoria.

Uma das poucas medidas adotadas foi a transferência do Teatro Gacemss, na Vila Santa Cecília, para o auditório do próprio Hospital da Unimed, no Jardim Belvedere. A Folha do Aço apurou que somente um terço dos associados compareceu. Conforme o site da Unimed, são cerca de 450 cooperados, no total.

Leia também: https://folhadoaco.com.br/2020/03/22/na-contramao-unimed-vr-contraria-cooperados-realiza-assembleia-e-vice-presidente-testa-positivo-para-coronavirus/

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui