As agências bancárias do município do Rio de Janeiro deverão continuar atendendo presencialmente pessoas acima de 60 anos. A liminar que permite o atendimento nas instituições foi concedida pelo juiz João Luiz Lima, da 14ª Vara de Fazenda Pública do Tribunal de Justiça do Rio. Na segunda-feira (dia 30), bancos privados haviam anunciado a suspensão dos atendimentos presenciais aos idosos.

Na decisão, o magistrado destacou que embora seja o grupo com maior risco de óbito em caso de contaminação pelo novo coronavírus, são também os idosos que mais necessitam de atendimento presencial em bancos, por não estarem habituados aos modelos virtuais.

Ele também ressaltou que alguns sequer têm computadores em casa e recebem seus salários, fundamentais no período de isolamento, direto na boca do caixa e por isso devem ter maior atenção e proteção do Poder Judiciário.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui