O Sindicato dos Metalúrgicos do Sul Fluminense e a direção da CSN estarão reunidos na segunda-feira (dia 27) para tratar da PPR dos trabalhadores da empresa. Até agora, nem o valor ou os critérios foram esclarecidos entre as partes.

Outro ponto a ser discutido se refere as férias dos trabalhadores. A empresa adotou a medida em função a pandemia de coronavírus, mas não fez o pagamento dos funcionários. “ Os trabalhadores foram levados a tirar férias como uma das medidas de contenção da contaminação do Covid-19 e denunciaram à direção do sindicato que não receberam até agora o pagamento da bonificação de férias”, diz trecho do boletim do sindicato.

A reclamação seria que a empresa está seguindo a Medida Provisória do governo, que permite o pagamento somente em dezembro. “A direção do sindicato tomou conhecimento que esses direitos não foram pagos a nenhum dos funcionários das empresas ligadas ao grupo CSN, incluindo Casa de Pedra e Arcos”, destaca o informativo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui