Um adolescente de 13 anos morreu em março desde ano decorrente de raiva humana. Ele foi mordido por um morcego, em janeiro, em Angra dos Reis. A Secretaria de Saúde do Estado emitiu um alerta nesta terça-feira (dia 16), pois esse é o primeiro caso da doença desde 2006.

Por meio de nota, a Secretaria de Saúde afirmou que não houve a notificação de outros casos da doença e que o alerta só foi enviado nesta terça-feira,pois a Pasta estava fazendo uma checagem oficial dos fatos, que foi atrasada pela pandemia do novocoronavírus.

O último caso registrado de raiva humana foi em São José do Vale do Rio Preto, em 2006. No Rio de Janeiro, o caso mais recente ocorreu em 1986.

Segundo a Secretaria de Saúde, o adolescente foi mordido por um morcego em janeiro e não procurou à unidade de saúde para tomar doses da vacina antirrábica. Os primeiros sinais da doença se manifestaram no dia 22 de fevereiro.

Ele foi internado no dia 7 de março e, já no dia 13, foi transferido com suspeita de raiva, para a UTI do Instituto de Puericultura e Pedriatria Martagão Gesteira, no Rio de Janeiro. O adolescente morreu no dia 30 de março.

Ainda segundo a nota da Secretaria de Saúde, todos os 92 municípios do estado foram alertados e ainda “há indicativo que o Ministério da Saúde enviará vacina antirrábica animal para realização da campanha até novembro”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui