A Polícia Federal em Volta Redonda cumpriu na manhã desta sexta-feira (dia 19) três mandados de busca e apreensão e um de prisão expedidos pela 2ª Vara Federal. O alvo da ação foi o proprietário de uma loja de conserto de eletrodomésticos localizada no bairro São Lucas.

Na segunda-feira (dia 15), um funcionário contratado da delegacia verificou que um automóvel apreendido pela PF, e que se encontrava estacionado nos fundos da unidade policial, na Rua Mário Di Biase, no Aterrado, estava sem a maçaneta da porta do carona. O fato imediatamente foi comunicando ao delegado Pedro Paulo Simão da Rocha, chefe da delegacia, que determinou o início das apurações com vistas a esclarecer os fatos.

Imagens gravadas por câmeras de segurança da delegacia auxiliaram nas investigações. Os policiais constataram que na manhã de domingo (dia 14), um homem estacionou o seu carro perto do veículo apreendido, arrombou a porta do carona e subtraiu o equipamento de som evadindo-se em seguida. Mais tarde, por volta das 21h, o mesmo indivíduo retornou ao local e se utilizando do mesmo modus operandis, estacionou novamente seu carro ao lado do veículo apreendido subtraindo, desta feita, os dois bancos dianteiros do automóvel e colocando o material furtado em seu veículo evadindo-se logo após.

No final da tarde de terça-feira (dia 16) os agentes já haviam identificado e localizado o criminoso tendo o delegado Alexandre Montenegro, responsável pela investigação, representado no dia seguinte pela prisão preventiva do infrator e pela expedição de mandados de busca e apreensão para seus endereços cadastrados.

O comerciante preso foi conduzido à sede da PF em Volta Redonda onde está sendo ouvido e será indiciado por furto qualificado, estando sujeito à pena de até oito anos de reclusão. De com a polícia, o homem já possuía várias passagens por furto e receptação e será enviado sob custódia à presídio situado no bairro de Benfica na cidade do Rio de Janeiro. Todo o material subtraído foi recuperado. O nome do preso não foi informado.

Fotos: Divulgação PF

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui