O delegado de Valença, Carlos César Santos, indiciou por homicídio triplamente qualificado o suspeito de matar, no último sábado (dia 31), Evandro Da Silva Santos, de 41 anos. Segundo ele, os dois discutiram na noite anterior em um bar perto do sítio no Loteamento São Judas Tadeu, no bairro Chacrinha, onde o corpo de Evandro foi encontrado.

A discussão teve motivos banais, segundo o delegado. O nome do preso, que confessou o crime, não foi informado. Segundo o delegado, durante o desentendimento no bar, o suspeito ameaçou Evandro de morte. À noite, ele ficou de tocaia e matou a vítima num curral, após aplicar nela o golpe conhecido como “mata leão”.

O próprio preso, ao confessar o assassinato, contou que, sem saber se Evandro ainda estava vivo, ateou fogo no corpo dele. Por isso, explicou o delegado, o preso vai responder por homicídio triplamente qualificado, pelo fato da tocaia, motivo torpe e pelo meio cruel como crime foi praticado. O suspeito deve ser encaminhado hoje ao sistema prisional do estado. Foto: Sandro Barra

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui