O Sindicato dos Engenheiros de Volta Redonda (Senge) recebeu, na quinta-feira (dia 13), a decisão da juíza da 2ª Vara do Trabalho de Volta Redonda de encaminhar ao Tribunal Regional do Trabalho o processo que discute a alteração do plano de saúde dos funcionários da CSN, aposentados e os dependentes, que hoje são atendidos pelo Bradesco Saúde.

“Entendemos que o ideal seria a discussão em primeira instância, mas estamos muito confiantes de que vamos conseguir manter a cláusula original do acordo coletivo”, disse o presidente do sindicato, Fernando Elias Vieira Jogaib.

Segundo o Senge, o acordo celebrado entre a CSN e os trabalhadores manteve inalterada a cláusula referente ao plano de saúde. A ação pretende que a CSN cumpra a proposta feita pelo acordo coletivo, mantendo o atendimento à saúde de seus funcionários com as mesmas características e abrangência previstas nos acordos anteriores.

“São mais de 45 mil vidas envolvidas e isso é uma discussão que envolve toda cidade. Vamos aguardar a distribuição do processo, mas estamos atuando em outras frentes, fazendo ações individuais para funcionários da ativa e aposentados”, explicou Jogaib.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui