A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta terça-feira (dia 24), a Operação Replicante que visa desarticular esquema de fraudes e desvios de encomendas nos Correios, no Rio de Janeiro. A ação, que conta com a participação de 50 policiais federais, cumpre em bairros como Bento Ribeiro, Campinho, Coelho Neto, Engenho da Rainha, Madureira, Piedade e Tomás Coelho, nove mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça fluminense.

As investigações, iniciadas em janeiro de 2019, e que contaram com apoio dos Correios, apontaram que funcionários do CTE Benfica, maior centro de distribuição de encomendas do Rio, selecionavam encomendas de alto valor, tais como celulares e eletrônicos em geral e as desviavam para terceiros.

O esquema criminoso envolvia a substituição de etiquetas verdadeiras, que continham os dados da entrega, por etiquetas falsas. O grupo usava números de postagens já utilizados para elaborar as falsas etiquetas para que empregados da Empresa pudessem colocar tais membros como destinatários de encomendas já escolhidas dentro da unidade postal, fazendo com que as mercadorias aparentemente desaparecessem do fluxo postal. Segundo estimativas da Polícia Federal, o valor total desviado pode chegar a R$ 1 milhão.

Dessa forma, os produtos eram direcionados para os membros da organização criminosa, que mantinham um grupo de WhatsApp intitulado ”empresas e negócios”, onde tratavam as fraudes e as vendas dos artigos desviados. As encomendas eram entregues de forma normal pelos carteiros que, aparentemente, não participavam do esquema criminoso.

Os investigados responderão pelos crimes de organização criminosa e peculato. Foto: Polícia Federal

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui