A Câmara de Volta Redonda aprovou na sessão legislativa de quinta-feira (dia 24), a Mensagem 06/2019, enviada pelo prefeito Samuca Silva (PSDB). A proposta visava a criação de duas secretárias extraordinárias, com prazo até 2020. São as secretarias de Segurança Pública e a de Projetos Especiais e Captação Recursos. A mensagem teve 14 votos a favor e quatro contra.

Samuca, entretanto, ainda não revelou o nome de quem vai assumir a secretaria de Segurança Pública, que vai ficar responsável pelo plano de segurança municipal, fazer a interlocução entre os órgãos municipais e as policias Civil, Militar e Federal; operacionalizar o Centro Integrado de Operações em Segurança Pública, a Cerca Inteligente, entre outros. Já a secretaria de Captação de Recursos e Projetos Especiais será comandada pelo professor universitário Carlos Rosa, que foi Controlador Geral do Município.

O objetivo desta pasta é aumentar a arrecadação por meio de fundos internacionais e dos governos Estadual e Federal, além de parcerias com empresas através de PPPs. O prefeito Samuca Silva destacou a importância da criação das secretarias.

“Todos falam que segurança pública é uma questão Estadual e Federal e ao criar a secretaria Municipal coloco a priorização desta questão a nível municipal, Os quatro vereadores que votaram contra ou não tinham conhecimento do projeto ou não querem o bem da cidade, entendem que a segurança pública e recurso para saúde, asfalto, por exemplo, não é prioridade”, disse o prefeito.

Samuca ainda destacou que, com a criação da pasta de Segurança Pública, a Guarda Municipal não será desprestigiada. “O intuito da nova pasta é garantir um planejamento e interlocução maior e melhor com as outras forças de segurança. A nossa Guarda Municipal segue cuidando de todo operacional e com status de secretaria. O que estamos buscando é ter uma pasta exclusiva para planejar ações na área de segurança pública. Estamos preocupados com a segurança e não vamos medir esforços nesse setor”, disse Samuca.

Volta Redonda, por ser a maior cidade da região, é muito visada, segundo o prefeito. Diante disso, é importante enfrentar a migração de criminosos. “Nossa cidade é a líder da região. Não vou medir esforços para preservar Volta Redonda e para que não ocorra migração de criminosos como aconteceu em outras cidades da região. É fato que existe uma sensação no interior de medo e insegurança e, por isso, acredito que precisamos planejar e executar de forma integrada operações de segurança. Não vamos medir esforços para preservar nosso povo”, completou.

Votaram contra a criação da secretaria os vereadores Paulinho do Raio-X (MDB), Rosana Bergone (PRTB), Carlinhos Santana (SD) e Jari (PSB), por terem votado contra a secretaria de Segurança Pública. Os vereadores que votaram favoráveis foram: Edson Quinto (PR), Neném (PSB), Francisco Novaes (PP), Fernando Martins (MDB), Paulo Conrado (PRTB), Washington Granato (PTC), Rodrigo Furtado (PTC), José Augusto (PDT), Fábio Buchecha (PTB), Maurício Pessoa (PSC), Luciano Mineirinho (PR), Vair Duré (PP), GM Isaac (PEN) e Pastor Washington (PRB).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui