A assessoria de comunicação da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) emitiu nota afirmando que está investigando as causas da ocorrência do incidente registrado na manhã desta quarta-feira (dia 15) na Usina Presidente Vargas, em Volta Redonda. A empresa informou que está prestando toda assistência aos trabalhadores feridos.

No comunicado, a CSN revela que o incidente na Aciaria “ocorreu durante atividade de transferência de escória líquida que, provavelmente, teve contato com pontos de umidade no interior do pote de descarte. Este contato gerou deslocamento de ar proporcionando grande desprendimento de poeiras no setor”.

A empresa relata que nenhum equipamento relevante foi afetado e a produção da Aciaria já está normalizada. “Todos os órgãos competentes foram informados”, destaca. Ainda segundo a CSN, “todos os colaboradores que estavam no local foram atendidos pelo Serviço Médico da CSN, como determinam os procedimentos da empresa. Após avaliação médica, cerca de 20 colaboradores ficarão em observação, por terem inalado a poeira em suspensão, porém nenhum deles apresenta gravidade e deverão receber alta nas próximas horas”.

O estrondo na Usina foi sentido em vários pontos da cidade. Internautas registraram uma nuvem de fumaça preta nas proximidades da passagem superior, na Vila Santa Cecília. Cerca de 50 funcionários trabalhavam no setor no momento do acidente. O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, Silvio Campos, está acompanhando o caso.

Foto: Reprodução WhastApp

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui