Com investimento de R$ 20 milhões, o projeto ‘Asfalto de Volta’, da prefeitura de Volta Redonda, está a todo vapor. O objetivo é realizar recapeamento asfáltico e operação tapa-buraco em toda a cidade. Na terça-feira (dia 11), os bairros Três Poços e Retiro receberam uma equipe composta por 21 homens, com a ajuda de retroescavadeira, que atuaram na Avenida Paulo Erley, que liga a BR393 ao bairro Três Poços.

A avenida, que desde abril vem sendo preparada, recebe nos próximos trinta dias 26 toneladas de massa asfáltica, o que equivale a 200 metros quadrados de asfalto. A equipe está liberando o trânsito numa pista, para depois liberar a outra.

Marlene Maria de Souza Peçanha, 69 anos, comerciante e moradora do bairro Três Poços, está comemorando a chegada do novo asfalto. “Já tem um tempo que a prefeitura está fazendo essa obra. Com o novo asfalto não temos mais engarrafamento e nem poeira. É um momento para comemorar”, disse a moradora. 

O secretário da pasta, Toninho Orestes, disse que esse é mais um passo do programa. “Nossa equipe fez os cortes, preparou o solo, fazendo drenagem, para que a empresa que ganhou a licitação coloque a massa asfáltica”, afirmou Toninho.

 As ações também acontecem junto com o Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Volta Redonda (Saae-VR), que esteve na Avenida Retiro e irá passar pelas ruas Pinheiral, Frei Caneca, Irsrael e Avenida Antônio de Almeida.

Segundo o diretor executivo do Saae, Geraldo Mattea Santos, o Zeca, o trabalho está sendo feito onde a autarquia precisou fazer intervenções para manutenção. “Estamos trabalhando junto com a secretaria de Infraestrutura, onde fizemos intervenções para manutenção na rede de água ou esgoto, estamos realizando o recapeamento asfáltico usinado a quente, que é o melhor asfalto e não sai com as chuvas. É o asfalto correto para o tempo seco. A programação do ‘Asfalto de Volta’ está seno realizada de bairro a bairro e vai garantir um trânsito mais seguro e minimizar os riscos de acidentes”, explicou.

O prefeito Samuca Silva descreveu a importância deste trabalho que envolve a secretaria de Infraestrutura e o Saae VR. “Estamos investindo cerca de R$ 20 milhões no programa Asfalto de Volta para acabar com os buracos nas vias, oferecer melhor segurança ao trânsito. Encerrado o período de chuvas, o recapeamento pode ser feito de forma correta, para ser durável. Na época de chuvas, fazer recapeamento seria perder recursos dos contribuintes, isto não podemos fazer. O trabalho será feito bairro a bairro com serviços de qualidade”, garantiu Samuca.

A equipe do Saae está transportando um caminhão com cerca de 6 toneladas de asfalto a quente para cada local que precisa do recapeamento, que após preparado o terreno, recebe a massa asfáltica, concluindo os serviços com o rolo compactador VT 8, que segura o asfalto na pista e faz o acabamento, deixando o local liso, ideal para o uso imediato.

Fotos de Geraldo Gonçalves e Gabriel Borges

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui