Para planejar o Censo 2020, representantes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) se reuniram com o prefeito Samuca Silva nesta quarta-feira, dia 02, na prefeitura de Volta Redonda. O levantamento será realizado entre os meses de agosto e outubro do próximo ano em todo o país.

Convidado para colaborar, o prefeito garantiu apoio em todas as etapas da realização do censo. “Os números apurados ajudam a direcionar ações do governo e planejar o futuro. Após a definição das quatro áreas de atuação do Instituto, nós iremos disponibilizar uma estrutura mobiliada, com internet e segurança, para que todo o processo alcance o esperado”, garantiu Samuca Silva.

A expectativa é que todas as residências da cidade sejam visitadas, segundo o coordenador do censo de Volta Redonda, Luiz Antonio Macedo. “Com isto, o IBGE atende aos princípios da transparência, do engajamento e da cidadania, aproximando-se da sociedade, dando maior nitidez às suas atividades e ampliando a possibilidade de apoio das comunidades local aos censos e às pesquisas que realiza, no dia a dia, nos municípios”, enfatizou Luiz.

Participaram da reunião o diretor-presidente do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano (IPPU), Marcio Lins; o secretário de Estratégia Governamental (Gegov), Nelson Gonçalves; o secretário de Projetos Especiais e Capacitação de Recursos (Sepro), Joselito Magalhães e a presidente da Federação das Associações de Moradores (FAM), Fátima Martins.

O chefe da agência do IBGE de Volta Redonda, Daniel Antonini, fez uma apresentação sobre os limites do município determinado pelo Centro Estadual de Estatísticas, Pesquisa e Formação dos Servidores Públicos do Rio de Janeiro (CEPERJ). “É importante demarcar o limite de cada município, pois no próximo ano o IBGE vai realizar o Censo Demográfico que mostra um grande retrato da população brasileira e de suas características socioeconômicas. Fornecerá ainda, informações para o planejamento público da próxima década. Em todo o país serão visitados 5.570 municípios e aproximadamente 71 milhões de domicílios”, explicou Daniel.

O IBGE trabalha com estimativa de 88.949 domicílios na cidade, que contará com quatro postos de coleta num período de três meses (de agosto/2020 à outubro/2020) e divisão de área por GPS para o trabalho dos recenseadores.

Processo seletivo

Durante o encontro, foi divulgada a realização de um processo seletivo para contratação de 124 recenseadores e 17 supervisores para o trabalho em Volta Redonda. Além disso, o coordenador do Censo no município, Luiz Antonio Macedo, também informou que há vaga disponível para coordenador censitário e a inscrição deve ser feita no site da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Foto: SecomVR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui