Policias militares do 33º BPM de Angra dos Reis, prenderam na última quinta-feira (dia 18), no bairro Sapinhatuba 3, por tentativa de suborno, Cristian Mendonça Moura, o “Dinho”, de 37 anos, e Edson Ximenes Pedro, o “Pelinche”, de 34.

Segundo os PMs da guarnição, eles estavam em patrulhamento na BR-101, na altura do bairro Sapinhatuba 3, e avistaram vários homens armados próximos a rodovia. Os policiais tentaram abordar os homens, mas foram recebidos a tiros.

Após o fim dos disparos, a guarnição entrou na comunidade, e viu Cristian e Edson se escondendo em uma padaria, onde foram abordados pelos policiais. Os PMs imediatamente reconheceram Cristian, conhecido em Angra dos Reis, como “Dinho”, atual gerente do tráfico no bairro Água Santa.

Ao ser questionado, Edson, conhecido como “Pelinche”, demonstrou nervosismo diante dos policiais, e confessou ser procurado da operação da Polícia Civil, intitulada “Bad Family”, que visa coibir o tráfico de drogas no estado do Rio de Janeiro. Ele ainda disse ser chefe de um grupo que abastece com armas, drogas e munições, o Complexo da Maré, no Rio de Janeiro.

Logo depois da abordagem, Cristian e Edson, ofereceram cerca de R$30 mil aos policiais para não serem presos, mas disseram que não estavam com o dinheiro naquele momento. A guarnição recusou, e deu voz de prisão aos homens.

Já na 166º DP, eles chegaram a oferecer mais R$5 mil para que seus celulares não fossem apreendidos. Novamente os policiais recusaram. Com os indivíduos foram encontrados: um rádio trasmissor, um carregador para o rádio, dois celulares e dois estojos de munição deflagrados.

Eles foram autuados por tentativa de suborno, e a PM constatou o mandato de prisão em aberto para Edson, referente à operação “Bad Family”. Até o momento dessa publicação, os homens seguem presos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui