O comando do 28º Batalhão de Polícia Militar afirmou em nota, nesta terça-feira (dia 24), que não pode afirmar se é verídica a mensagem que circula em grupos de WhatsApp de moradores da região do Açude ordenando toque de recolher para os moradores.

Também informou que não sabe se têm alguma ligação com mensagens idênticas que circularam entre moradores da Zona Oeste do Rio. Em nota, o batalhão afirma que, assim como existem fake news sobre o coronavírus, também vão surgir sobre outros assuntos.

Na mesma nota, o batalhão solicita apoio da população para denunciar qualquer intenção ou prática de ato ilícito, lembrando seus canais de comunicação com o público, o 190, telefone de emergência, e o telefone do disque-denúncia: 08000 260 667. Imagem: Reprodução

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui