O prefeito de Barra Mansa, Rodrigo Drable, realizou na noite desta terça-feira (dia 07), uma atualização dos casos do novo coronavírus. Segundo ele, o município fez 135 exames. Do quantitativo, 15 apontaram positivo para a doença, sendo nove curados, quatro em isolamento domiciliar e dois internados. Ainda em seu pronunciamento, Drable levantou uma questão que tem gerado grande preocupação a nível nacional, a quantidade de profissionais da área saúde contaminados pelo vírus. 

De acordo com ele, do último sábado (dia 4) até hoje, cinco novos casos confirmados surgiram no município e isso reflete diretamente na gravidade do momento. “Temos registado uma contaminação crescente e significativa. Isso nos traz uma preocupação maior, pois as pessoas continuam enchendo as ruas, inclusive as pertencentes ao grupo de risco. Nos noticiários acompanhamos a quantidade de profissionais de saúde sendo contaminados, em Barra Mansa temos 11 e isso aumenta o medo e a incerteza se teremos capacidade de tratamento e acompanhamento adequado”, refletiu. 

Sobre o Centro de Tratamento e Triagem que está sendo implantado na cidade, Drable afirmou que a adaptação está em fase final. “Nosso centro de tratamento já está pronto, no momento estamos apenas aguardando a chegada dos respiradores e dos leitos com monitores, a previsão é que nos próximos dias estaremos em pleno funcionamento”, avaliou. 

Outro ponto abordado pelo prefeito, foi em relação ao funcionamento do comércio municipal. Segundo ele, constantemente tem se reunido com representantes do setor buscando alinhar estratégias para reverter a situação. “Por dez anos eu atuei no comércio, tenho um respeito enorme pelos contratantes e comerciantes. Me preocupo muito com o fato dessas pessoas não estarem conseguindo manter o faturamento, pois eu sei como é depender do salário”. 

Rodrigo ainda continuou. “Temos uma boa parcela dos comerciantes que entendem a situação, contudo recebi algumas ligações de pessoas reclamando de estarem com as portas fechadas. Eu os compreendo, mas essa não é a minha vontade e sim uma necessidade. Proponho ajudá-los no que for preciso, porém não podemos ignorar a realidade do momento”, finalizou. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui