Em meio ao caos ocasionado pelo novo coronavírus no Brasil, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), demitiu na tarde desta quinta-feira (dia 16), o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. A informação foi confirmada pelo próprio Mandetta, em uma postagem nas redes sociais.

“Acabo de ouvir do presidente Jair Bolsonaro o aviso da minha demissão do Ministério da Saúde. Quero agradecer a oportunidade que me foi dada, de ser gerente do nosso SUS, de pôr de pé o projeto de melhoria da saúde dos brasileiros e de planejar o enfrentamento da pandemia do coronavírus, o grande desafio que o nosso sistema de saúde está por enfrentar”, escreveu Mandetta.

O substituto, é o oncologista e aliado as medidas propostas por Bolsonaro em relação ao Covid-19, Nelson Teich.

Em coletiva na quarta-feira (dia 15), Mandetta havia afirmado que era “claro o descompasso entre o Ministério da Saúde e o presidente. Nas últimas semanas, Bolsonaro e o ministro tiveram divergências a respeito das medidas de combate e prevenção ao coronavírus. Bolsonaro minimizou a demissão e disse se tratar apenas de um “divórcio consensual”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui