O município de Volta Redonda apresentou uma queixa-crime, quarta-feira (dia 16), na 93ª Delegacia de Polícia contra Herminton Batista Moura, Marcia Dias Valim Pereira e uma terceira pessoa identificada apenas pelo nome de “Cláudio”. O grupo estaria descumprindo normas editadas pelo Poder Executivo, por meio de decretos, relativas ao combate ao novo coronavírus.

Segundo a denúncia, por meio de redes sociais, o trio incita a população a participar de passeatas e desrespeitar a legislação. Tais condutas, conforme prevê o Código Penal, podem ser tipificadas nos artigos 132, 268 e 286.

Hermiton também é réu em uma Ação Civil Pública ajuizada pelo MPRJ (0065210-92.2020.8.19.0001) com o conteúdo semelhante ao apresentado pelo governo municipal por organizar a realização de uma carreata, com ponto de partida na Praça Brasil, também objetivando atacar as regras restritivas de convívio social.

6 COMENTÁRIOS

  1. Quem está processando está mal informado. O Hérmiton e os outros, foram convocados a se manifestar a favor do isolamento vertical. E várias pessoas estavam lá. Inclusive eu.

  2. Vocês deve tá de sacanagem né perdendo tempo para processar trabalhador vai correr atrás de bandido que tem um monte na cidade aí vai correr atrás de processar traficante

  3. O gestor que tem um nome que se intitula Samuca mas seu nome é outro, logo se vê que ele já é uma fraude a começar pelo nome, este rapaz que é discípulo de Dória,agora quer impor de seu mentor as práticas ditatoriais e fascistas, em Volta Redonda, seu fim está próximo, quem viver verá, a soberba precede a queda.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui