Desde o dia 20 de março, a prefeitura de Volta Redonda abordou mais de 140 mil veículos nas entradas do município, segundo levantamento da Guarda Municipal. A ação faz parte do decreto 16.147, que visa estabelecer medidas de combate e prevenção ao Covid-19 e garantir capacidade de atendimento na rede municipal de saúde.

O decreto municipal determina a proibição do acesso à cidade de carros, motos, táxis e transporte por aplicativo, oriundos de outros municípios, a não ser que o passageiro comprove sua residência ou trabalho em Volta Redonda. Segundo a Guarda Municipal, mais de 800 veículos já foram orientados a retornar durante o período das abordagens.

O controle está sendo feito em quatro regiões do município, com agentes da GMVR em alguns acessos, e com barreiras físicas (manilhas) em outros pontos. Um dos bloqueios está localizado na Rodovia BR-393, para os motoristas que vêm do bairro Santo Agostinho e querem acessar a Avenida Radial Leste. Para quem segue no sentido oposto (Jardim Amália-Santo Agostinho), também há bloqueio no retorno.

Para motoristas que chegam de Pinheiral e da Rodovia do Contorno, o fechamento ocorre no acesso ao Túnel 20 e à Rua Rio Araguaia, no bairro Água Limpa.

No bairro São Luís, o fechamento de via está localizado no acesso à Avenida Francisco Crisóstomos Tôrres, pela rua lateral ao posto BR-393.

E para quem segue pela BR-393, no trajeto Barra do Piraí-Volta Redonda, existem dois pontos de bloqueio no bairro Santo Agostinho: no primeiro acesso à Rua Arlindo Soares (próximo à Rodovia do Contorno), e no último acesso à mesma via, pela Estrada Lateral.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui