A Santa Casa de Barra Mansa divulgou, na tarde desta quarta-feira (dia 27), uma nota esclarecendo a respeito da situação de um paciente que faleceu no hospital com suspeita de Covid-19. O paciente o qual a nota se refere é José Carlos Magno, conhecido em Barra Mansa como “Zé da Feira”. Uma parente de José fez críticas numa rede social, alegando uma suposta “negligência” do hospital durante o atendimento.

Segundo a mulher, José, que era diabético, procurou a unidade ainda no dia 18 deste mês, apresentando sintomas de coronavírus. Ele voltou várias vezes ao hospital, pois os sintomas não melhoravam e, de acordo com a parente, foi apenas recomendado o uso de remédios para tratamento dos sintomas.

Ainda segundo o relato compartilhado nas redes sociais, José Carlos passou mal na feira no último domingo (dia 24), quando mais uma vez procurou o hospital, desta vez sendo internado com glicemia alta, febre e cerca de 70% de sua capacidade respiratória comprometida.

Santa Casa

Por meio de nota, a unidade afirmou que José buscou atendimento no Pronto Socorro, no último dia 18, mas de acordo com o protocolo do Ministério da Saúde, seu quadro não indicava uma necessidade de internação, sendo utilizada apenas uma “terapêutica medicamentosa para as queixas apresentadas”.

Ainda segundo a Santa Casa, no último dia 24, ele havia retornado ao Pronto Socorro, com um quadro clínico diferente do apresentado na ocasião anterior, sendo imediatamente internado.

“Durante a internação, foram realizados diversos exames, inclusive tomografia computadorizada. A evolução clínica do paciente, face suas comorbidades, foi rápida e nefasta, apesar de todos os esforços e recursos empregados durante a assistência”, afirma a nota.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui