A prefeitura de Volta Redonda adotou o projeto Bússola_Gestão Hospitalar (B_GH) do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ). O programa, desenvolvido pelo Laboratório de Inovação (Inova/MPRJ), foi implementado como parte das políticas de saúde e gestão hospitalar, executadas por Organizações Sociais (OSs). A medida foi publicada em decreto municipal. O B_GH tem por objetivo promover a abertura, o monitoramento e a comunicação de dados críticos da gestão hospitalar.

O projeto-piloto abrigou em seu escopo o Hospital Estadual Adão Pereira Nunes (HEAPN), em Duque de Caxias, e o Hospital São João Batista (HSJB), em Volta Redonda. Com a pandemia do novo coronavírus, o Inova/MPRJ redirecionou seus esforços para dar suporte às demandas da Força Tarefa de Atuação Integrada na Fiscalização das Ações Estaduais e Municipais de Enfrentamento à Covid-19 (FTCOVID-19/MPRJ).

Assim, no HSJB, foram coletados mais de 13 anos de dados dos sistemas de gestão e prestação de serviços da unidade. Os dados estão sendo explorados e organizados pelo Inova/MPRJ e seus parceiros. Após essa experiência, a Prefeitura decidiu estender a abrangência do B_GH para toda a rede municipal de alta complexidade, por meio do decreto municipal n. 16.219, de 29 de junho de 2020.

Na prática, o projeto passa a ser instrumento integrante da política pública de saúde e gestão hospitalar executadas por OSs no município. Além disso, se torna obrigatória a inclusão, em futuros editais e contratos de gestão de OSs para a área de saúde, de cláusula determinando que as mesmas deverão se submeter às regras do projeto e também aderir ao Bússola_Gestão Hospitalar.

Inova/MPRJ

Criado em 2019 pelo procurador-geral de Justiça, Eduardo Gussem, o Laboratório de Inovação do MPRJ (Inova/MPRJ) baseia sua atuação na utilização de inteligência artificial e no uso da pesquisa, ciência de dados e tecnologia para estabelecer uma cultura de colaboração e coparticipação da sociedade com o Parquet fluminense. Formado por uma equipe multidisciplinar, o órgão também trabalha com o conceito de trazer para dentro do MPRJ uma visão cidadã, gerando, a partir desta interlocução, soluções para os desafios enfrentados pelo Estado.

Entre os projetos desenvolvidos está o Impacta, programa de inovação aberta que permite especificar o desafio que o órgão público quer ver solucionado e o resultado que ele espera, o Fagulha, que estimula o espírito inovador de agentes internos e externos, convidando-os a trabalhar com a equipe do Laboratório, o Bússola _ Gestão Hospitalar, que objetiva assegurar o registro de informações hospitalares em formato aberto e com frequência próxima ao tempo real, e o Bússola _Baía de Guanabara, desenvolvido em parceria com o Grupo de Atuação Especializada em Meio Ambiente (GAEMA/MPRJ) para monitorar os acordos firmados entre MPRJ, CEDAE e Governo do Estado do Rio, referentes às obras de saneamento na Bacia da Baía de Guanabara.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui