A prefeitura de Volta Redonda vistoriou nesta quinta-feira (dia 24), vários locais de risco para identificar possíveis ações para minimizar os impactos causados pelas chuvas. A intenção é agir preventivamente antes do período de alerta, que vai do dia 1° de novembro a 31 de março.

“Essa é mais uma etapa dessa ação preventiva. Visamos tratar as áreas vulneráveis, minimizando o risco de desastres para esses locais, que sofrem no período de alerta, quando as chuvas são mais fortes”, informou o coordenador da Defesa Civil, Leandro Rezende.

Entre os lugares visitados estão a Rua Aderci de Carvalho, no bairro São Lucas, onde um talude com aproximadamente 10 metros de altura e 12 metros de largura está instável e há duas residências. Outro endereço avaliado foi na Rua Carlos Gomes, no bairro Santa Inês, onde casas foram interditadas em consequência da forte chuva do ano passado.

Também foram vistoriadas as ruas Caxambu, no Minerlândia; Raul de Leoni, no São Lucas; Euclides da Cunha , no bairro 207; e Ronald Jarbas, no São Lucas.

Participaram da ação a Coordenadoria de Proteção e Defesa Civil de Volta Redonda, junto com profissionais das secretarias de Infraestrutura (SMI) e de Ação Comunitária (Smac), além do Fundo Comunitário de Volta Redonda (Furban-VR), do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano (IPPU-VR) e do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae-VR).

As equipes seguirão atuando de forma conjunta, produzindo relatórios e realizando ações necessárias para sanar os problemas. O grupo também dará continuidade às visitas em outras áreas de risco do município.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui